Hainan: porto de livre comércio possibilitará maior abertura ao exterior
发布时间: 2021-04-12 05:51:06 来源:Diário do Povo Online 作者: 浏览次数: 评论:0

Guindastes se enfileiraram um após o outro em um canteiro de obras próximo à costa da província insular de Hainan. Equipamentos de construção vão e vêm enquanto estruturas se erguem do solo.

Em Lingshui, província de Hainan, os trabalhadores correm contra o tempo para construir um campus universitário - parte de uma área piloto para um novo modelo de educação internacional com a matrícula do primeiro grupo de alunos prevista para setembro.

Até agora, 16 universidades de prestígio chinesas e estrangeiras, incluindo a Coventry University do Reino Unido e a University of Alberta, no Canadá, decidiram lecionar programas no campus - uma das 11 zonas principais para o desenvolvimento do porto de livre comércio de Hainan.

"Queremos permitir que as crianças chinesas desfrutem de recursos educacionais de alto nível aqui, sem que tenham de viajar para o exterior", disse Luo Qing, chefe do departamento de colaboração com faculdades em um escritório do governo que administra a área.

O desenvolvimento do projeto foi parte de uma série de medidas anunciadas pelo presidente Xi Jinping em uma grande reunião em Haikou, a capital da província, em 13 de abril de 2018, para marcar o 30º aniversário do estabelecimento da província e da Zona Economia Especial de Hainan.

Xi destacou a importância do foco na inovação institucional, oferecendo ao porto de livre comércio maior autonomia na reforma, abrindo setores-chave como saúde, educação, telecomunicações, internet, cultura e aviação.

Ele definiu também políticas para incentivar a província a trazer recursos de educação de alto calibre do exterior e hospedar programas de cooperação de alto nível com instituições acadêmicas estrangeiras, dando origem ao programa de educação internacional em Lingshui.

"O discurso de Xi no encontro apontou o caminho para o desenvolvimento de Hainan, tanto em termos teóricos quanto ao traçar o caminho específico que ele deve seguir", disse Cui Fan, professor de economia internacional e reitor do Intituto de Pesquisa de Hainan na Universidade de Economia e Negócios Internacionais de Pequim.

O governo central revelou dois conjuntos de medidas na quinta e na sexta-feira para apoiar o porto na ampliação do acesso ao mercado e na abertura de seu setor financeiro.

A nação deu luz verde ao porto de livre comércio para explorar as vendas online de medicamentos, impulsionar o desenvolvimento do setor de jogos online, avançar com tecnologias de direção autônoma e intensificar o desenvolvimento de equipamentos médicos de ponta de fabrico doméstico, de acordo com um documento político emitido em conjunto pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma e pelo Ministério do Comércio.

Outro documento, divulgado pelo Banco Popular da China junto com três outros reguladores financeiros importantes, estabeleceu 33 medidas detalhadas para facilitar o livre comércio na ilha, incluindo medidas para aperfeiçoar seu sistema mercado financeiro, aumentar a inovação e fortalecer a regulamentação financeira.

Xu Shanchang, chefe do departamento de reforma institucional do NDRC, disse em uma coletiva de imprensa na quinta-feira que a última medida demonstra aos investidores e consumidores globais a determinação da China na reforma e abertura com mudanças não vistas em um século.

"As medidas irão transformar Hainan em uma referência para acesso ao mercado mundial e criar um ambiente de mercado altamente atraente", disse ele.

(Edição: Diana)

网友评论

匿名评论
验证码
加载更多评论
【网友评论仅供其表达个人看法,并不表明本站同意其观点或证实其描述。】